Buçaco, Luso, Aveiro, Portugal, Europa, nature, natureza, landscape, paisagem, mata nacional do buçaco, national forest buçaco, buçaco forest, trees, arvores, palácio buçaco, buçaco palace, manueline style, estilo manuelino, monastery, mosteiro, mosaics, mosaicos, thermae, termas, mineral water, agua mineral, janeiras, restaurante, restaurante, homemade food, comida caseira, photography, fotografia, tourism, turismo, walk, passeio, hiking, caminhada, nature lovers

Bussaco, um tesouro verde a ser encontrado e sabores do Luso

Penso que já vos falei num dos posts anteriores do meu pequeno “problema” com o frio, problema este que provavelmente piorou depois de viver num país tropical por alguns anos. Pois é, às vezes é difícil suportar o frio (e quando digo às vezes é sempre :D), muito embora os dias solarengos de Inverno no sul da Europa tornem os Invernos muito mais agradáveis. Adoro observar as cores que resultam dos dias de Inverno com sol radiante, e, para mim, a cereja no topo do bolo, é observar estas cores entre o bonito verde da mãe natureza. [Bussaco Luso]

Mata Nacional do Bussaco e Palácio do Bussaco

Esta semana levamos-te a um dos paraísos verdes no distrito de Aveiro, Portugal: a Mata Nacional do Bussaco. Em Outubro de 2018 esta mata foi uma das zonas atingidas pela tempestade Leslie. A mata reabriu ao público em Dezembro, e depois do caos que a tempestade deixou e do grande esforço para limpar e restaurar a beleza desta floresta, é novamente completamente seguro ir até à Mata e desfrutar de uma caminhada, admirando, ao mesmo tempo, a natureza que te rodeia, as maravilhosas árvores, respirar o ar puro e sentir o espírito tornar-se mais leve e renovado. Nós adoramos mesmo este lugar! A cada visita podem ser observadas novas formas na natureza e cada estação tem o seu próprio encanto!

E para além da Mata, o Palácio do Bussaco é de cortar a respiração! O Palácio, convertido em hotel, pode ser admirado com uma caminhada ao seu redor, mas também podem dar uma olhadela na receção do hotel se o amavelmente pedirem aos seus funcionários. Este palácio de estilo Manuelino, com inspiração na época dos descobrimentos e com motivos marítimos, é impressionante nos seus detalhes. Tudo feito à mão como antigamente! Nós levamos o nosso tempo a observar tudo, por isso muitos dos detalhes foram realmente impressionantes para nós: as esculturas nas fachadas, as janelas, os azulejos (o Clover, como Sul-Africano, adorou o azulejo sobre o Adamastor, o monstro no “Cabo das Tormentas”), os vitrais, e poderíamos continuar a nossa descrição sobre tantos elementos mais… Vejam a nossa galeria de fotografias para comprovarem o esplendor deste local!

Infelizmente não nos foi possível visitar o mosteiro desta vez, uma vez que estão a ter lugar obras de conservação e restauro, contudo, podem sempre admirar as paredes exteriores com os seus mosaicos feitos de pedra. Sublime!

Luso, uma vila com uma atmosfera mágica

O Luso é rodeado pela Mata, uma pequena e pitoresca vila com pequenas casas e outras casas que se assemelham a palácios.

Para além disso, é local de termas e de uma das águas minerais naturais mais famosas de Portugal, com o mesmo nome da vila. Esta é uma vila muito agradável para passear e para aproveitar os raios solares.

Para além disso, aquando da nossa visita, os tradicionais cânticos das Janeiras estavam a ter lugar na praça central. Outra agradável surpresa durante a nossa viagem!

A descoberta de um restaurante fantástico no Luso

E depois de uma bela caminhada na Mata do Bussaco, não poderíamos estar mais contentes por encontrar uma fantástica refeição ao bom estilo caseiro no restaurante “Lourenço’s” no Luso. Com magníficos sabores naturais, esta comida feita de raiz conquistou os nossos corações! Boas porções com o autêntico sabor da cozinha da mãe e da avó! Definitivamente queremos voltar quando passarmos novamente por aqueles lados.

Tivemos a possibilidade de provar um bife tenro, um reconfortante bacalhau à moda do Lourenço’s e uma incrível surpresa vegetariana (confiem na chefe e ela irá preparar-vos algo incrivelmente bom com os frescos ingredientes do dia).

A mousse de chocolate caseira era divinal e a pavlova talvez a melhor que alguma vez provei! Fruta fresquíssima e uma base crocante. Que forma magnífica de terminar uma refeição!

Portanto numa viagem ao Bussaco e ao Luso, têm como garantido satisfazer todos os vossos sentidos!

 

 

Follow and like us:
Posts created 72

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Back To Top